Piso do Maracanãzinho beneficia espanhóis na final do futsal

'Podemos segurar mais a bola. Isso vai nos ajudar nesta partida contra o Brasil', diz o pivô Daniel, da Espanha

17 de outubro de 2008 | 10h35

RIO - O pivô brasileiro naturalizado espanhol Daniel, autor do primeiro gol da vitória de hoje por 3 a 2 sobre a Itália, disse que o piso do Maracanãzinho beneficiará o estilo da sua equipe na final do Mundial de futsal, diante do Brasil. "O piso nos ajuda, podemos segurar mais a bola. Isso vai nos ajudar nesta partida contra o Brasil", disse.Veja também:Falcão encara decisão como jogo mais importante da vida Mundial de Futsal - Classificação, calendário e resultadosEm relação aos elogios feitos à Espanha por PC de Oliveira, Daniel disse que o treinador da seleção brasileira conhece bem os adversários da decisão. "Ele conhece muito bem nossa equipe, nosso estilo. PC de Oliveira sabe que nunca ganhamos com goleadas de quatro, cinco, seis gols", disse.Já o ala brasileiro naturalizado espanhol Marcelo disse que a Espanha vem crescendo durante a competição. "Nossa equipe vem crescendo durante a competição e chegamos agoraà nossa forma ideal. Nossa equipe tem tranqüilidade e paciência para encara qualquer situação de jogo", disse.Brasil e Espanha duelarão pelo título mundial no domingo, às 10h30 de Brasília, no Maracanãzinho. O jogo terá acompanhamento online aqui no estadao.com.br.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.