Divulgação/ Santos
Divulgação/ Santos

Pituca concorda com torcida sobre críticas e vê evolução do Santos

Volante avalia que elenco demorou um pouco para assimilar o que queria o técnico Jesualdo Ferreira

Redação, Estadao Conteudo

12 de março de 2020 | 19h10

O volante Diego Pituca admitiu que os torcedores do Santos tinham razão em criticar o desempenho do time no começo da temporada. Segundo ele, o elenco demorou um pouco para assimilar o que queria o técnico Jesualdo Ferreira, mas que isso mudou após uma conversa entre os jogadores e o português antes do clássico com o Palmeiras.

O Santos teve uma boa atuação no empate sem gols no clássico pelo Campeonato Paulista e depois emendou três vitórias na sequência, sendo duas pela Copa Libertadores da América. A equipe alvinegra derrotou Defensa Y Justicia, da Argentina, e Delfín, do Equador, além de superar o Mirassol pelo Estadual.

"Até o jogo com o Palmeiras não estávamos tão bem e o Jesualdo conversou com o grupo e fizemos um grande jogo. Evoluímos bastante nos últimos quatro jogos. Conseguimos entender o que o Jesualdo está pedindo e estamos numa crescente. Estamos crescendo na hora certa", afirmou Diego Pituca.

O entendimento da equipe passou pela adaptação do volante, que ganhou mais liberdade com Jesualdo. "O treinador novo muda muita coisa. Torcida estava certa. Quando jogo mal, também me cobro muito. Estou me adaptando ao que o Jesualdo pede", disse o jogador. "Ele já tinha me falado que eu jogaria mais avançado. Fazia tempo que eu não fazia essa função. Ainda estou me adaptando. Espero estar sempre melhorando para ajudar o Santos."

Em relação ao clássico com o São Paulo, sábado, no Morumbi, Diego Pituca disse que o elenco trabalha para antecipar sua classificação às quartas de final. Com 15 pontos, o Santos é o líder do Grupo A e pode se garantir nesta rodada, já que a Ponte Preta, que ocupa o terceiro lugar, está oito pontos atrás.

"Nós temos de se classificar o mais rápido possível. Clássico com o São Paulo no Morumbi é sempre difícil, mas temos de vencer para ficarmos mais tranquilos no Paulista. Estamos trabalhando para isso", discursou.

DÚVIDAS

Os atacantes Eduardo Sasha e Kaio Jorge são dúvidas para enfrentar o São Paulo. O primeiro sofreu um trauma na região lombar na vitória sobre o Delfín por 1 a 0, na terça-feira. O segundo sentiu o tornozelo esquerdo no mesmo jogo. A novidade pode ser o retorno do atacante Marinho, que está recuperado de fratura no tornozelo esquerdo e treinou sem restrições nesta quinta.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.