Ivan Storti/Santos FC
Ivan Storti/Santos FC

Pituca pede paciência para Santos furar bloqueio do Corinthians

Rivais se enfrentam neste sábado, em Itaquera, pelo Campeonato Brasileiro

Redação, Estadao Conteudo

25 de outubro de 2019 | 19h58

O volante Diego Pituca revelou qual deverá ser a tática a ser utilizada pelo time do Santos no clássico com o Corinthians, neste sábado, às 17 horas, em Itaquera, pela 28.º rodada do Campeonato Brasileiro. Este será o sexto jogo entre as equipes em 2019.

"Corinthians sempre joga fechado, se fecha muito lá atrás e joga no contra-ataque. Temos que trabalhar a bola, ter paciência. O Corinthians joga fechado e explora contra-ataques. Temos de trabalhar bem a bola e agredir o adversário", disse o jogador, em entrevista coletiva na tarde desta sexta-feira no CT Rei Pelé.

Para o atleta que esteve presente nos cinco duelos no ano contra o tradicional rival, o time da Vila Belmiro vai ter de esperar o momento certo para atacar. "A gente fez jogo bom contra o Palmeiras, impomos nosso ritmo, fizemos o que foi pedido. Vamos para buscar os três pontos, será diferente. Corinthians sabe se defender muito, temos que ter paciência, rodar a bola e o mais importante é agredir o adversário", afirmou.

Pituca também soube destacar as principais qualidades do adversário. "Bola aérea é muito forte, tem o Gustavo, Gil, muito bons. Temos que prestar atenção nisso. São seis jogos, sabemos como jogam, eles sabem da gente. Vai ser bacana para assistir, clássico, jogo pegado."

O Corinthians foi o adversário que o Santos mais enfrentou no ano. Na pré-temporada, em Itaquera, houve empate por 1 a 1. No Paulista, foram três jogos. Um empate na fase de grupo e uma vitória para cada lado na semifinal, mas o time de Parque São Jorge obteve a vaga na decisão nos pênaltis. No clássico mais recente, pelo primeiro turno do Brasileiro, o Santos venceu na Vila Belmiro.

O time de Jorge Sampaoli vai tentar quebrar um tabu de oito jogos sem vitória na Arena Corinthians. O último triunfo foi em 2015, pela Copa do Brasil.

O técnico argentino não poderá contar com o zagueiro Lucas Veríssimo, suspenso, e Kaio Jorge, com a seleção brasileira para o Mundial Sub-17. Um Santos provável para o clássico é o seguinte: Everson; Pará, Gustavo Henrique, Luan Peres (Felipe Aguilar) e Jorge; Diego Pituca, Carlos Sánchez e Evandro (Alison ou Jean Mota); Tailson (Marinho), Eduardo Sasha e Soteldo.

CUEVA

O jogador peruano foi reintegrado, nesta sexta-feira, ao elenco do Santos depois de quase um mês fora das atividades junto com o time. Ele estava afastado desde 27 de setembro, quando se envolveu em um incidente em uma casa noturna.

O meia, de 28 anos, não está nos planos de Sampaoli, mas deverá permanecer no clube pelo menos até o fim da temporada. Na quinta-feira, Cueva e seu representante se reuniram com o superintendente de futebol do Santos, Paulo Autuori, e no encontro ficou acertado o retorno do atleta aos treinamentos com a equipe.

Comprado do Krasnodar, da Rússia, no início do ano, Cueva não atua desde 14 de setembro, quando o Santos perdeu, por 1 a 0, para o Flamengo. O jogador em nenhum momento durante a temporada teve um bom desempenho com a camisa alvinegra.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.