Pizarro foi suspenso da seleção do Peru por 'não evitar diversão'

Jogador do Chelsea, juntamente com mais dois companheiros, terá que pagar uma multa de U$ 80 mil

EFE

08 de abril de 2008 | 16h51

O atacante Claudio Pizarro, do Chelsea, foi suspenso da seleção peruana por "não evitar os atos de indisciplina" após partida contra o Brasil, pelas Eliminatórias. "Pizarro não foi capaz de conter os atos de indisciplina. Ele era o capitão da equipe, e sabia de tudo, mas não fez nada. Essa foi sua culpa, mais do que participar ou não de algum ato", disse o presidente da comissão de Seleções do Peru, Juvenal Silva.Pizarro, os atacantes Farfán, do PSV Eindhoven, e Andrés Mendoza, do Steaua Bucareste, e o zagueiro Acasiete, do Almería, foram suspensos por um ano e meio da seleção peruana, que disputa as Eliminatórias do Mundial da África do Sul 2010, e deverão ainda pagar uma multa de US$ 80 mil (cerca de R$ 136 mil).Pizarro sempre afirmou, no entanto, que havia ido dormir na noite de farra, em 18 de novembro do ano passado, após o empate em 1 a 1 com o Brasil, em Lima. Por sua parte, Acasiete disse que, até o momento, todos os punidos por indisciplina são culpados, segundo publicou o jornal peruano La República. Ao ser perguntado por Pizarro, Acasiete disse que seu companheiro "sabe o que fez".

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.