Barcelona/Twitter
Barcelona/Twitter

Pjanic é apresentado no Barcelona, recebe camisa usada por Iniesta e elogia Messi

Vindo da Juventus por 65 milhões de euros (cerca de R$ 406 milhões), o meia vai usar a camisa 8

Redação, O Estado de S.Paulo

15 de setembro de 2020 | 13h24

O bósnio Miralem Pjanic, de 30 anos, foi apresentado, nesta terça-feira, como o novo reforço do Barcelona para as próxima quatro temporadas. Vindo da Juventus por 65 milhões de euros (cerca de R$ 406 milhões), o meia vai usar a camisa 8 que foi do lendário Iniesta.

Contratado para reforçar o meio de campo da equipe catalã, que negociou o brasileiro Arthur com a Juventus e está prestes a fechar a venda do chileno Arturo Vidal com a Internazionale de Milão, Pjanic não escondeu sua felicidade ao receber a nova camisa das mãos de Ramon Planes, diretor esportivo do clube.

"É um orgulho poder jogar aqui e uma honra para mim e para a minha família estar aqui. A saída da Juve foi difícil, era uma grande equipe, mas no futebol sempre precisamos de novos desafios. Esperava jogar pelo Barcelona desde quando tinha seis anos. O meu sonho era esse e estou feliz por ter alcançado", disse o jogador, que foi contratado em junho. Diagnosticado com covid-19, precisou ficar em quarentena.

Com passagens por Metz, Lyon e Roma, além de atuar pela seleção da Bósnia e Herzegovina desde 2008, com 93 jogos disputados, Pjanic não economizou elogios ao capitão Lionel Messi. "Depois da permanência de Messi, espero que todos fiquem felizes e estou pessoalmente feliz por jogar com ele, que é o melhor jogador da história", disse o bósnio, que já jogou ao lado do italiano Totti e do português Cristiano Ronaldo.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.