AFP
AFP

Platini confirma último mandato na Uefa, mas evita falar sobre a Fifa

Francês está em seu terceiro mandato à frente da entidade europeia

Estadão Conteúdo

28 de agosto de 2015 | 14h54

Michel Platini decepcionou a imprensa internacional nesta sexta-feira ao recusar, em entrevista coletiva, qualquer pergunta sobre sua candidatura à presidência da Fifa. Em evento da Uefa, o francês revelou apenas que está em seu último mandato no comando da entidade europeia.

"Eu estou parando aqui. Eu permanecerei aqui por mais seis meses ou por mais três anos", disse Platini, ao ponderar sobre seu futuro na Uefa a partir da eleição da Fifa. O novo presidente da entidade máxima do futebol será conhecido no dia 26 de fevereiro do próximo ano.

Se vencer o pleito, o favorito deixa o comando da Uefa. Em caso de derrota, seguirá à frente da entidade europeia pelos próximos três anos, sem previsão de disputar nova eleição continental. Reeleito recentemente, Platini está em seu terceiro mandato à frente da Uefa.

Antes de anunciar seus planos para o futuro, Platini avisou que não respondia nenhuma pergunta na coletiva, realizada logo após o sorteio das chaves da Liga Europa. O evento tinha como foco as novas edições dos torneios europeus - a Liga dos Campeões, maior destaque da Uefa, teve seu sorteio na quinta-feira.

"Eu sei por que vocês todos estão aqui e sei no quê vocês estão interessados. Mas peço desculpas por não poder responder suas perguntas. Aqui não é o local adequado para estes questionamentos. Este é o lugar certo para falarmos sobre a Uefa", declarou o francês. "As eleições da Fifa serão realizadas daqui a seis meses. Teremos tempo suficiente para falar sobre isso no futuro."

Tudo o que sabemos sobre:
FutebolFifaUefaPlatini

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.