Valentin Flauraud/Reuters - 25/1/2013
Valentin Flauraud/Reuters - 25/1/2013

Platini diz que Blatter atacou associações de futebol da Europa

Presidente da Fifa havia dito que mudança na Eurocopa vai tornar disputa 'sem alma e coração'

AE, Agência Estado

20 de março de 2013 | 15h09

NYON - Michel Platini rebateu nesta quarta-feira as críticas feitas pelo presidente da Fifa, Joseph Blatter, sobre o plano da Uefa de realizar a Eurocopa de 2020 em 13 países. Em entrevista publicada na semana passada pela revista alemã Kicker, Blatter disse que a proposta vai tornar a competição europeia uma disputa que "não tem alma e coração".

A resposta de Platini veio na mesma publicação, que terá uma nova edição publicada nesta quinta-feira. Ele disse que a proposta "inovadora e visionária" de realizar a Eurocopa em diversos países foi aprovada por todos os membros da Uefa, exceto a Turquia.

O presidente da Uefa afirmou que o comentário de Blatter não o ataca, mas "é realmente um ataque às 52 das 53 associações de futebol da Europa". Porém, garantiu não ter qualquer problema com o presidente da Fifa - "estou perfeitamente bem" (com Blatter) -, apesar de ter insinuado uma comparação com Muammar Kadhafi, ditador líbio, que dirigiu o país entre 1969 e 2011.

"Na Uefa, todos os nossos projetos importantes, como a Euro 2020 ou o fair play financeiro, são o fruto de um amplo diálogo e uma decisão coletiva tomada por todos os envolvidos. Eu não estou certo de que esta é a forma como o coronel Kadhafi fazia as coisas. Pelo contrário, acho que é um modelo que a boa governança deve ter. Um ataque à Euro 2020 pode muito bem ser direcionado para o presidente da Uefa, mas, na verdade, é realmente um ataque às 52 das 53 associações de futebol da Europa", disse.

Blatter tem expressado opiniões opostas a Platini recentemente, no que está sendo visto como uma oposição ao nome do francês para eleição de 2015 da Fifa. O dirigente suíço prometeu anteriormente que não voltaria a concorrer, mas pode mudar de ideia e tentar seguir por mais tempo no comando da entidade.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.