AFP
AFP

Platini quer futebol nos holofotes nos debates presidenciais da Fifa

Francês afirma que reforma não deve ser prioridade única

Brian Homewood, Reuters

26 de agosto de 2015 | 14h30

O candidato à presidência da Fifa, Michel Platini, irá publicar seu manifesto nas próximas seis semanas e pretende trazer o futebol de volta aos holofotes durante sua campanha, disse nesta quarta-feira uma fonte próxima ao francês.

Embora Platini, presidente da Uefa, concorde que a reforma da Fifa deve ser prioridade para as eleições de 26 de fevereiro, ele também acredita que o esporte não deveria ser deixado nas sombras, disse a fonte à Reuters.

Platini, que anunciou em 29 de julho sua intenção de concorrer e irá realizar em Mônaco sua primeira entrevista coletiva a jornalistas desde então, passou as últimas semanas encontrando pessoas de fora da Uefa para ter mais noções.

Ele acredita que o futuro da Copa do Mundo, o calendário internacional e mudanças nas leis do jogo e no papel do International Football Association Board (IFAB), órgão que regulamenta as regras do futebol, devem ser parte do debate, disse a fonte.

Platini, ex-capitão da seleção francesa e um dos meias mais talentosos de sua geração, também quer discutir a reforma do sistema de transferências e o papel de empresários.

Tudo o que sabemos sobre:
FutebolFifaPlatini

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.