Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Estadão Digital
Apenas R$99,90/ano
APENAS R$99,90/ANO APROVEITE

PM de Campinas no clássico em Mogi

O 35.º Batalhão da Polícia Militar, de Campinas vai trabalhar na segurança do clássico Santos x São Paulo, domingo, no Estádio Wilson Fernandes de Barros, pela 17.ª rodada do Campeonato Paulista. Além desta ajuda, o policiamento local ainda deve ganhar o reforço de um helicóptero da polícia da capital.Uma reunião marcada para esta quinta-feira, às 10 horas, vai decidir como será a ajuda dos policiais campineiros ao companheiros de Mogi Mirim. A necessidade de reforço surgiu no momento que o tenente-coronel Navarro, responsável pelo jogo, qualificou o clássico como "jogo de risco".Segundo o responsável pelo policiamento de Campinas, capitão Coelho, as opções disponíveis são a tropa de choque, o canil e a cavalaria.Serão colocados 17 mil ingressos à venda, sendo dez mil para a torcida são-paulina. O estádio tem capacidade para 19.900 pessoas. "É uma medida preventiva e acho que tudo dará certo. Eles têm experiência e tenho certeza que não haverá problemas", comentou o tenente-coronel Marcos Marinho, responsável pelas operações nos estádios da Capital.Marinho lamentou apenas que a mudança do local da partida tenha sido feita de forma tardia. "Um evento deste tipo envolve uma série de procedimentos e este corre-corre poderia ter sido evitado", concluiu.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.