PM destaca 340 agentes para evitar tumulto no Morumbi

A Polícia Militar está preparada para que não ocorra no Morumbi a mesma confusão da semana passada, no Palestra Itália - os portões foram fechados quando muitos torcedores ainda estavam fora do estádio. ?Há mais entradas e os portões são maiores no Morumbi?, justifica o major Carlos Botelho, do 2º Batalhão de Choque.Vão trabalhar 220 policiais no lado interno do estádio e 120 nas imediações do Morumbi. Um outro fator que tranqüiliza a PM é o horário do jogo, às 21h45.Semana passada, a partida foi às 19h15. ?Da outra vez tivemos pouco tempo para colocar os torcedores dentro do estádio, pois muitos saíam do trabalho e já iam para o jogo?, disse o major, que recomenda aos palmeirenses chegarem pela Av. João Jorge Saad e aos são-paulinos para utilizarem as Av. Jules Rimet, Padre Lebret e Giovanni Gronchi.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.