PM faz vistoria e libera estádio do Guaratinguetá

Dario Rodrigues Leite receberá 15 mil torcedores no segundo jogo da semifinal do Campeonato Paulista

Agência Estado,

15 de abril de 2008 | 18h55

O Estádio Dario Rodrigues Leite, do Guaratinguetá, passou por vistoria da Polícia Militar nesta terça-feira e foi liberado para o jogo decisivo de sábado, contra a Ponte Preta, pela semifinal do Campeonato Paulista. Veja também: Vote: quem disputará a final do Paulistão?   Lista de árbitros para sorteio das semis do Paulistão não muda "Estive reunido com os policias, que garantiram que o nosso estádio oferece todas as condições de segurança, tanto à torcida da cidade como também aos ponte-pretanos", revelou Israel Vieira, o supervisor de futebol do Guaratinguetá.  Segundo o dirigente, o Guaratinguetá não vai liberar mais do que os dois mil ingressos já enviados a Campinas - havia o pedido da diretoria da Ponte Preta de mais mil ingressos. O veto, segundo Israel Vieira, teria partido do comando da Polícia Militar. Assim, a partida de sábado deve receber 15 mil torcedores, sendo que os dois mil ingressos para os ponte-pretanos já estão praticamente esgotados e a procura em Guaratinguetá tem sido grande. "O nosso torcedor vai comparecer. Eles estão empolgados. A gente que está na cidade percebe isso e vê que sábado eles farão uma grande festa para nos apoiar", disse o técnico do Guaratinguetá, Guilherme Macuglia, que terá força máxima para escalar seu time no sábado.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.