Alex Silva/Estadão
Alex Silva/Estadão

PM não diminuirá efetivo em clássico de torcida única

Planejamento já está feito até mesmo no caso de o Corinthians conseguir mudar, na Justiça, decisão da FPF e do Ministério Público

O Estado de S.Paulo

06 de fevereiro de 2015 | 13h29

A Polícia Militar decidiu nesta sexta-feira que não mudará o esquema de segurança nem diminuirá o efeito para o clássico de torcida única entre Palmeiras e Corinthians, domingo, no Allianz Parque, pelo Campeonato Paulista.

Na reunião que aconteceu na manhã desta sexta-feira, a PM explicou que o planejamento já está feito e que também está preparada caso o Corinthians consiga ganhar na Justiça o direito de levar torcedores ao jogo. 


A reunião, que aconteceu no 2º Batalhão da PM, contou com a presença de representantes das organizadas dos dois clubes. As uniformizadas também criticaram a decisão da FPF e do Ministério Público de que o clássico tenha torcida única.

O Palmeiras colocará à venda cerca de 40 mil ingressos. Antes da proibição da torcida visitante, eram esperados 1.500 torcedores do Corinthians. Como o jogo terá torcida única, o Palmeiras conseguirá vender mais 5 mil ingressos para a sua torcida. Isso se explica porque, sem os torcedores do Corinthians, não haverá necessidade de se criar um cordão de isolamento.



 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.