PM reforçada no jogo em São Caetano

Preocupada com o mau relacionamento entre torcedores corintianos e sua equipe e com os possíveis incidentes que essa situação possa provocar, a 4.ª Companhia do 6.º Batalhão da Polícia Militar Metropolitana de São Caetano do Sul será reforçada sábado, quando o time da cidade recebe o Corinthians, às 16 horas, no Estádio Anacleto Campanella, pela sexta rodada da primeira fase do Campeonato Paulista. O responsável pelo policiamento, capitão Luiz Antonio Dantas Valente, prefere não revelar o efetivo de soldados que terá à disposição. Contudo, confirmou que a Força Tática e a Cavalaria de São Bernardo do Campo estarão presentes. "Na realidade, é a primeira vez que a cidade recebe um jogo como esse. Por isso, estamos tomando todas as providências necessárias", explicou. A estimativa é de que cerca de 8 mil torcedores do Corinthians sigam para o ABC. No ano passado, quando o Azulão alcançou a segunda fase da Copa João Havelange (torneio do qual foi vice-campeão), o time passou a mandar seus jogos no Palestra Itália, num acordo feito com o Palmeiras. Na oportunidade, seu estádio estava passando por reformas. Agora, com as obras concluídas, a expectativa é de que nada mais sério aconteça. "Os alambrados ficaram mais altos e vamos ter duas câmeras filmando os torcedores. Então, não acreditamos que ocorram invasões de campo", observou o capitão, ressaltando que os corintianos ficarão nos setores 3 e 4, enquanto a torcida local ocupará os setores 1, 2 e 5.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.