PM terá 3 mil homens nas ruas domingo

Cerca de 3.000 policiais estarão nas ruas de São Paulo no domingo para tentar evitar confrontos entre torcedores de São Paulo, Palmeiras e Corinthians. Será a maior operação da Polícia Militar para um evento realizado este ano. Em termos de comparação, o número recorde de policiais neste ano foi de 2.500, no encontro entre São Paulo e Corinthians, em outubro. ?Certamente está é a maior concentração de policiais que já utilizamos, pois teremos três eventos em um?, explica o coronel Luiz Fernando Serpa, do 2.º Batalhão de Choque. Para a PM, a partida entre São Paulo x Atlético-PR, no Morumbi, é considerada tranqüila ? 120 policiais do Choque serão destinados ao estádio. Já Palmeiras x Fluminense, no Parque Antártica, inspira mais cuidados. ?Tratamos esse jogo como um clássico?, diz Serpa. Um efetivo de 170 homens estará no local (normalmente, são 100). A operação de guerra, entretanto, será nas ruas, justamente para evitar tragédias entre torcidas. O Comando de Policiamento da Capital designou 2.971 homens para a operação especial em estações de Metrô e trens, terminais de ônibus, nas Avenidas Paulista e Santos Dumont e também na Praça Campo de Bagatelle. Na festa corintiana que deverá ser realizada na zona norte, a Guarda Civil Metropolitana também poderá reforçar a atuação da PM. Está confirmada, por enquanto, a atuação em conjunto com a Subprefeitura de Santana para inibir o comércio ambulante clandestino na Praça Campo de Bagatelle e imediações. O efetivo, porém, ainda não está dimensionado.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.