Divulgação
Divulgação

Pocchetino: 'Tottenham precisa repetir atuação para faturar título'

Chelsea será o adversário na final da Copa da Liga, neste domingo

KEN FERRIS, REUTERS

27 de fevereiro de 2015 | 10h16

O Tottenham Hotspur precisa reproduzir a performance "quase perfeita" do Campeonato Inglês contra o Chelsea para derrotar os rivais de Londres na final da Copa da Liga no domingo, disse o técnico Mauricio Pochettino.

Os Spurs derrotaram a equipe do técnico José Mourinho por 5 x 3 no primeiro dia de 2015 no estádio White Hart Lane. "Nós temos que repetir a mesma atuação para ganhar o troféu", disse Pochettino. O argentino, cujo inglês está melhorando a cada entrevista coletiva, reconheceu que a partida será bem diferente desta vez, e vem ajustando suas táticas.

"Nós conseguimos essa vitória contra o Chelsea no dia 1º de janeiro e é importante acreditar que podemos, mas acho que vai ser uma partida diferente. Final é sempre diferente", disse durante entrevista antes da final da Copa da Liga.

"Não só para mim (como técnico), mas para muitos de nossos jogadores é a primeira final de suas carreiras. Nós só precisamos preparar pequenos detalhes técnicos. Nós conhecemos o Chelsea, o Chelsea nos conhece, e depois disso será sobre nossa performance e motivação", completou o técnico.

O técnico disse que não vai estar nervoso antes da sua primeira final como técnico, tendo jogado na final da Copa do Rei de 2000 pelo Espanyol, quando o time ganhou seu primeiro troféu em 60 anos.

"Eu era um jogador naquela época, não um técnico, isso é diferente. Você sempre tenta traduzir sua experiência para os jogadores. Nós estamos confiantes que acreditamos no nosso caminho, na nossa filosofia", completou.

GRANDE OPORTUNIDADE

O Tottenham não ganha um troféu desde que derrotou o Chelsea na final da Copa da Liga de 2008, e Pochettino está ciente de que precisa levar o título para casa.

"Quando você chega em um grande clube como o Tottenham é sempre importante jogar numa grande competição e tentar conquistar um troféu. Para nós é uma grande oportunidade... são muitos anos sem troféus e é uma boa chance para ganharmos um", disse o argentino.

"Não estou preocupado com o Chelsea e seus jogadores... Eles são um grande time, mas nós precisamos focar no nosso jogo", afirmou Pochettino. O técnico enfrentou Mourinho quando estava no comando do Espanyol e o português no Real Madrid, e disse que têm um bom relacionamento.

"Ele é um técnico que eu admiro muito, é um dos melhores, ou o melhor, no mundo. Para mim é uma honra jogar a final contra ele", disse o argentino, que precisa vencer o "melhor do mundo" para colocar suas mãos em seu primeiro troféu como treinador.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.