Alain Jocard/AFP
Alain Jocard/AFP

Pochettino confirma o retorno de Messi no PSG e elogia a evolução de Neymar

Craque argentino volta após teste positivo de covid-19, enquanto brasileiro segue tratando um entorse no tornozelo

Redação, Estadão Conteúdo

22 de janeiro de 2022 | 10h07

Aos poucos a paz volta a reinar para Maurício Pochettino no Paris Saint-Germain. Depois de iniciar o ano sem as estrelas Messi e Neymar, o treinador confirmou que o argentino retorna à equipe diante do Reims, neste domingo, pelo Campeonato Francês, e ainda elogiou a evolução da recuperação do entorse no tornozelo do brasileiro.

Messi perdeu todos os jogos do PSG em 2022 por causa da covid-19 diagnosticada na Argentina quando passava as festas de fim de ano. O meia retornou à França no começo de janeiro, mas seguiu em isolamento e somente agora está liberado para jogar.

"Estou feliz com sua semana de treinos. Ele (Messi) evoluiu e estará no elenco de amanhã porque tem mostrado sinais positivos durante toda a semana", afirmou Pochettino, também relacionando Mbappé para o jogo no Parque dos Príncipes após o atacante sentir incômodo no músculo adutor esquerdo.

"Mbappé? Foi um pequeno problema, mas estamos felizes com o desenvolvimento dele. Ele treinou e estará no elenco amanhã. Veremos depois se ele vai começar a partida", enfatizou Pochettino, não descartando a hipótese de deixar o francês no banco após série desgastante de partidas e visando não agravar o problema.

Falta apenas o retorno de Neymar, portanto. O brasileiro tem previsão de volta aos treinos até o fim do mês. Pochettino não entrou em detalhes sobre a recuperação do entorse no tornozelo esquerdo, mas mostrou-se satisfeito com a evolução apresentada pelo brasileiro.

"Ele está bem. Sabemos que é um jogador emocional e ele está muito motivado. Neymar exala uma energia muito boa. Falei com ele ontem (sexta-feira), o desenvolvimento dele é bom."

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.