Yoan Valat / EFE
Yoan Valat / EFE

Pochettino defende Mbappé após vaias: 'mostra grande respeito pelo PSG'

Jogador manifestou vontade de ir para o Real Madrid e deve sair depois do fim da temporada atual

Redação, O Estado de S.Paulo

12 de setembro de 2021 | 14h30

No jogo entre PSG e Clermont Foot, Mbappé fez dois gols e participou dos outros dois gols na vitória do time parisiense por 4 a 0. Ainda assim, foi vaiado pela torcida, por conta da negociação do atacante com o Real Madrid, que acabou não se concretizando nesta janela. O técnico do time, Mauricio Pochettino, defendeu o jogador.

"Eu não ouvi. Se aconteceu, eu não vi nada, não ouvi nada. Kylian é um grande profissional, um grande jogador e um bom menino a nível humano. Ele tem carinho por este clube, mostrou-o todos estes anos e continua a fazê-lo", afirmou Pochettino, na entrevista coletiva após o jogo.

"Procura melhorar a cada dia e ajudar a equipe a conquistar seus objetivos. Ele mostra um grande respeito por este clube no dia a dia, e isso deve ser valorizado", reforçou o treinador argentino.

Mbappé deixou claro que tinha a intenção de se transferir para o Real Madrid, apesar da chegada de Lionel Messi ao PSG. O time espanhol fez diversas ofertas de mais de 150 milhões de euros (R$ 930 milhões), todas negadas pela equipe francesa. No entanto, Mbappé tem apenas mais um ano de contrato, e deve ir para o Real ao fim da temporada atual, embora o PSG ainda busque uma renovação contratual.

Até lá, o PSG segue tendo um ataque com Mbappé, Neymar e Messi. Os três ainda não jogaram juntos - Neymar e Messi foram poupados contra o Clermont por conta das longas viagens para jogar as Eliminatórias Sul-Americanas - mas podem iniciar a partida contra o Brugge, na próxima quarta, na estreia do time na Liga dos Campeões 2021-22.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.