Daniel Dal Zennaro/EFE
Daniel Dal Zennaro/EFE

Pochettino diz estar 'orgulhoso' do Tottenham, mas promete 'luta' em Manchester

Sem Harry Kane, machucado, equipe de Londres tem a vantagem de jogar pelo empate

Redação, O Estado de S.Paulo

16 de abril de 2019 | 15h44

Mauricio Pochettino, técnico do Tottenham, afirmou nesta terça-feira que aconteça o que acontecer no jogo de volta contra o Manchester City, nesta quarta, no Etihad Stadium, em Manchester, pela rodada de volta das quartas de final da Liga dos Campeões da Europa, todos estarão orgulhoso de seu desempenho. "Mas isso não significa que não vamos lutar", afirmou o argentino, em entrevista coletiva.

O Tottenham tem a vantagem de jogar pelo empate, após a vitória conquistada em sua nova casa, o Tottenham Hotspur Stadium, em Londres, na terça-feira passada, por 1 a 0 - com gol do atacante sul-coreano Heung-min Son. "Conseguir a vitória no jogo de ida foi um resultado incrível para nós", afirmou Pochettino, que não poderá contar com o astro Harry Kane, lesionado no tornozelo, no duelo em Manchester.

Outra dúvida do técnico da equipe londrina é o meio-campista inglês Dele Alli, que se recuperou de uma lesão na mão esquerda. "Vamos decidir se ele inicia o jogo ou fica como opção no banco de reservas", disse Pochettino.

Caso consiga a classificação, será a segunda vez em sua história que o Tottenham vai ficar entre os quatro melhores times da Europa. A outra foi em 1962, quando eliminou o time checo do Dukla Praga nas quartas de final, mas caiu nas semifinais diante do Benfica, do atacante português Eusébio e cia., que chegaria ao título ao bater o Real Madrid na decisão.

Além da Liga dos Campeões, o Tottenham está disputando o Campeonato Inglês, onde luta por uma vaga na próxima edição da competição continental. Com 67 pontos, o time de Londres está na terceira colocação e volta a jogar neste sábado, coincidentemente, como visitante contra o Manchester City.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.