Bruno Haddad/Divulgação
Bruno Haddad/Divulgação

Poderio ofensivo do Fluminense preocupa São Paulo para jogo desta quarta

Mesmo sem Fred, ataque com Walter e Rafael Sobis deixa defesa em alerta

Ciro Campos, O Estado de S. Paulo

21 de maio de 2014 | 09h00

SÃO PAULO - Mesmo sem a presença do atacante Fred, o encontro com o Fluminense, pelo Brasileirão, será um teste difícil para a defesa do São Paulo. O setor é de grande preocupação para o técnico Muricy Ramalho, que tem feito mudanças, mas mantém o mesmo quarteto que ajudou o time a vencer o Flamengo sem levar gols. Porém, a partida desta quarta-feira, no Maracanã, promete ser um desafio.

A linha ofensiva formada por Rafael Sóbis, Walter, Conca e Wagner já levou o Fluminense a marcar sete gols no Brasileirão. Desses, o que mais preocupa é Wagner, famoso pelos tempos de Goiás, e que foi bastante citado pelos jogadores são-paulinos como o adversário a ser marcado com mais atenção. O substituto de Fred tem no chute forte e na presença de área as características principais.

A defesa são-paulina voltou a convencer com a entrada de Paulo Miranda na lateral-direta, alteração feita diante do Flamengo. Zagueiro de origem, fechou os espaços geralmente criado pelos avanços dos laterais e teve boa atuação no último domingo. A entrada dele foi promovida por Muricy justamente para tentar surpresas por aquela faixa do campo.

"A gente sabe que contra o Fluminense vamos sofrer bastante pressão. Será um jogo mais difícil do que contra o Flamengo. Mas vamos nos dedicar para evitar levar gols", disse o meia Paulo Henrique Ganso.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.