Carl Recine/Reuters
Carl Recine/Reuters

Pogba faz 2 de pênalti, Manchester United sofre, mas vence West Ham no Inglês

Francês comanda triunfo por 2 a 1 em casa que leva time de volta ao quinto lugar da tabela

Redação, Estadão Conteúdo

13 de abril de 2019 | 16h14

Antes da partida decisiva pela Liga dos Campeões contra o Barcelona, o Manchester United contou com gols de pênalti de Paul Pogba para vencer o West Ham por 2 a 1 neste sábado, em casa, no Old Trafford, pela 34.ª rodada do Campeonato Inglês.

O triunfo difícil conquistado em casa mantém a equipe de Manchester na briga pela Liga dos Campeões, ao passo que voltou à quinta posição, com 65 pontos e ficou a um do Chelsea, que fecha o grupo dos quatro primeiros colocados que garantem vaga na competição europeia. O Arsenal, sexto colocado, ainda joga nesta rodada, segunda-feira, contra o Watford, e pode retomar o quinto posto.

O West Ham do brasileiro Felipe Anderson, que teve boa atuação e voltou a marcar, faz campanha irregular e ocupa a 11ª posição, com 42 pontos, longe dos últimos colocados, mas também afastado dos primeiros.

Antes do confronto de volta das quartas de final com o Barcelona, marcado para a próxima terça-feira, na Espanha, e no qual o time inglês precisa vencer por dois gols de diferença para avançar de fase, o Manchester United fez um bom jogo diante do West Ham, mas também contou com a sorte para voltar a triunfar na competição nacional.

A arbitragem teve grande influência no placar. No primeiro tempo, Felipe Anderson marcou após passe de Chicharito, mas o auxiliar levantou a bandeira erroneamente. Alguns minutos depois, o juiz assinalou pênalti de Snodgrass em Juan Mata em lance duvidoso. Pogba bateu no meio do gol e abriu o placar para os anfitriões.

Na etapa final, Felipe Anderson marcou outro gol, desta vez validado. O brasileiro recebeu cruzamento de Lanzini pela esquerda e se esticou para completar para o gol e encerrar um jejum de 13 jogos sem ir às redes.

Após o gol, os visitantes cresceram e estiveram muito próximos de virar a partida, mas o Manchester United foi salvo pelo travessão em finalização potente do jamaicano naturalizado inglês Antonio de fora da área e pelo goleiro De Gea, que brilhou com uma linda defesa em outra tentativa de Antonio, desta vez de cabeça.

Um minuto após quase levar o segundo gol, o United acertou contra-ataque e Martial, cara a cara com o goleiro, foi derrubado na área por Fredericks. Pogba bateu no canto direito para garantir o resultado positivo aos donos da casa e se consolidar como o jogador que mais participou de gols da equipe no torneio. O francês esteve envolvido em 21 gols do time - marcou 12 e deu nove assistências - e ostenta os melhores números de sua carreira.

OUTROS JOGOS

Também neste sábado, o Bournemouth (12º) goleou o Brighton (17º) por 5 a 0, fora de casa, o Burnley (14º) bateu o Cardiff (18º) por 2 a 0, mesmo placar do triunfo do Fulham (19º) sobre o Everton (9º). Já o Southampton (16º) fez 3 a 1 no Wolverhampton (8º).

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.