Polícia afirma que não há ameaça de atentados contra Eurocopa

'Um acontecimento de grande repercussão é alvo para terroristas e para ladrões de carteiras', diz porta-voz

EFE

15 de maio de 2008 | 12h09

A Polícia suíça afirmou nesta quinta-feira que não há nenhuma ameaça de atentado terrorista contra a Suíça durante a disputa da Eurocopa 2008, "além do risco potencial que paira sobre qualquer país da Europa".   "Não há nenhuma ameaça. Nada mudou em nossa avaliação da situação de segurança", disse à Agência Efe o porta-voz da Polícia, Guido Balmer, em resposta à informação divulgada pelo jornal suíço "La Liberté", segundo a qual a rede terrorista Al Qaeda estaria convocando seus seguidores para atentar contra a Suíça e a Áustria, co-organizadoras do evento esportivo.   Segundo o diário, as ameaças de atentados vêm aumentando nas últimas semanas nos sites islamitas, e estão sendo levadas a sério pelas autoridades. O porta-voz da Polícia assegurou à Efe que o diário distorceu as palavras de um agente policial, que se referiu à "ameaça potencial" de violência islamita.   O porta-voz afirmou que "um acontecimento em massa e de grande repercussão, como é a Eurocopa, é um alvo muito interessante para terroristas, assim como para ladrões de carteiras".   

Tudo o que sabemos sobre:
Euro 2008Suiçaterrorismo

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.