Polícia caça jogador por homicídio

O volante Chicão, vice-campeão paulista em 2001 pelo Botafogo de Ribeirão Preto, está sendo procurado pela polícia de Iracemápolis, cidade distante cerca de 15 quilômetros de Limeira. Ele é acusado de ter mandado matar o adolescente Jeferson Benedito Pires na última sexta-feira. O motivo teria sido um desentendimento banal. Segundo o delegado de Iracemápolis, Paulo Cezar Junqueira Hadishi, Chicão teria ido até Limeira, pego o amigo Pulga e voltado para Iracemápolis, onde o adolescente foi morto. Pulga é o apelido de Robson Luiz de Andrade, que já está preso por ter assumido a autoria dos disparos. "O Robson já confessou (o crime) e o que impressionou foi a frieza deste matador, que disse que nem queria saber porque estava matando e que apenas agiu assim porque o Chicão fez o pedido para ele", comentou o delegado. A vítima teria feito um gesto que não agradou a Chicão.Além de Robson, está presa a namorada de Chicão, Mônica Cristina de Oliveira, que estava com os dois no momento do assassinato. A prisão é temporária por cinco dias e o delegado acredita que até está perto de prender o jogador. A prisão foi decretada pelo Juiz da 1ª Vara Judicial de Limeira, Aciones Dinis.Chicão defendeu a Internacional de Limeira nesta temporada do Paulistão. Ele é natural de Tobias Barreto, no interior de Sergipe. Chicão tem 23 anos e jogou, também, no XV de Piracicaba, Guarani, Confiança-SE e Flamengo de Guarulhos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.