Tim Keeton/EFE
Tim Keeton/EFE

Polícia de Leicester mantém sigilo e pede 'paciência' após queda de helicóptero

Vichai Srivaddhanaprabha, dono do Leicester, estaria entre os passageiros da aeronave que caiu ao lado do estádio do clube

Estadão Conteúdo

28 Outubro 2018 | 12h10

Os resultados da investigação da queda do helicóptero do dono do Leicester, ocorrida no último sábado, seguem em sigilo. Neste domingo, a polícia local voltou a se manifestar sobre a tragédia ocorrida nos arredores do estádio King Power e pediu "paciência" a todos que buscam novas informações sobre o caso.

"Nós entendemos que haja considerável interesse do público e da mídia sobre o acidente de helicóptero no lado de fora do estádio King Power na noite passada", explicou a polícia em nota. "Assim que pudermos confirmar maiores detalhes sobre o incidente, faremos isso. Nesse meio tempo, pedimos paciência e compreensão."

No último sábado, após o empate por 1 a 1 com o West Ham, pelo Campeonato Inglês, o helicóptero do dono do Leicester, Vichai Srivaddhanaprabha, caiu em um estacionamento do lado de fora do estádio e acabou explodindo. O clube e as autoridades locais têm segurado as informações para não atrapalhar a investigação. Por isso, ainda não foi revelado quem estava a bordo no momento do acidente.

A aeronave decolou do meio do gramado após o empate entre as equipes. De acordo com testemunhas, o helicóptero caiu quase que imediatamente após deixar a arena. Vichai Srivaddhanaprabha tinha o costume de deixar o local desta maneira. Alguns jogadores do Leicester ainda estavam no estádio, e o goleiro Kasper Schmeichel teria sido visto chorando após o acidente.

A BBC noticiou que uma fonte próxima à família confirmou que o proprietário do Leicester estava no helicóptero. Há ainda a especulação de que a filha de Vichai Srivaddhanaprabha também estaria a bordo. Nem a polícia e nem o clube, no entanto, confirmaram qualquer informação até o momento.

"Notícias sobre o acidente têm impacto sobre muitas pessoas e apreciamos o desejo por novidades e clareza sobre as circunstâncias. Atendemos ao incidente de ontem e o inquérito continua em cena hoje. Essa investigação deve continuar nos próximos dias", informou a polícia.

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.