Polícia Civil/Drade
Polícia Civil/Drade

Polícia de SP identifica vítima da briga das torcidas organizadas

José Sinval Batista de Carvalho é o homem morto em São Miguel

Gonçalo Junior, O Estado de S.Paulo

07 de abril de 2016 | 16h39

A polícia de São Paulo conseguiu identificar o homem que morreu domingo em São Miguel Paulista nos confrontos entre corintianos e palmeirenses. O nome da vítima é José Sinval Batista de Carvalho, tinha 53 anos e era natural da cidade de Parapiranga, na Bahia. A Secretaria de Segurança Pública confirmou a identificação por meio de uma nota oficial. A identificação foi feita pelas impressões digitais no cadastro estadual da polícia.

Nesta quarta-feira, o Departamento Estadual de Homicídios e de Proteção à Pessoa (DHPP) divulgou o rosto do homem. O objetivo era facilitar a identificação da vítima. Juntamente com o retrato, a polícia divulgou o número do Disque Denúncia (181). Nesta quarta-feira, o irmão da vítima fez o reconhecimento. 

O crime ocorreu por volta das 10h de domingo, quando cerca de 200 torcedores do Corinthians e do Palmeiras se encontraram em frente à estação São Miguel Paulista, da CPTM, na Praça Padre Aleixo Monteiro Mafra, também conhecida como praça do Forró. 

Durante a confusão, houve um disparo de arma de fogo, que atingiu Carvalho no coração. Segundo a polícia, o homem passava pela região e não fazia parte de nenhuma torcida. Ele não tinha documentos, o que atrasou a identificação. Ele só levava um cartão telefônico e uma nota de R$ 5. 

Abaixo, a nota divulgada pela Secretaria de Segurança Pública: 

A Secretaria da Segurança Pública informa que foi identificada o homem que morreu durante confronto entre torcidas, no último domingo (3). Ele se chama José Sinval Batista de Carvalho, de 53 anos, nascido na cidade de Parapiranga (BA). A Superintendência da Polícia Técnico-Científica explica que o corpo foi identificado pelo Instituto de Identificação 'Ricardo Gumbleton Daunt' (IIRGD), por meio de planilha dactiloscópica. Após a comparação das digitais, o irmão da vítima reconheceu o corpo no IML Leste.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.