AFP
AFP

Polícia do Peru prende ex-presidente de federação de futebol

Manuel Burga é investigado em esquema de corrupção da Fifa

Teresa Céspedes, REUTERS

05 de dezembro de 2015 | 09h40

A polícia do Peru prendeu na sexta-feira o ex-presidente da Federação Peruana de Futebol, Manuel Burga, depois de receber uma ordem de prisão internacional resultante de denúncia dos EUA por envolvimento em esquema de corrupção dentro da Fifa.

"Temos já a ordem de prisão internacional (de Burga), a unidade especializada neste momento está trabalhando", disse o diretor da polícia Vicente Romero, pouco antes da prisão. Burga nega as acusações. "Me coloco à disposição da polícia, eu os estava esperando. Já havia sido informado que haveria uma ordem de prisão", disse Burga.

A Justiça dos Estados Unidos indiciou na quinta-feira 16 pessoas, entre as quais os presidentes das confederações de futebol americanas, a Concacaf e a Conmebol, de participar em um multimilionário de corrupção, ampliando o escândalo que atinge a Fifa.

O agora licenciado da CBF, Marco Polo Del Nero, também foi alvo da Justiça dos EUA. Del Nero também foi indiciado na quinta-feira sob acusação de receber propina em contratos ligados a competições no Brasil e na América do Sul. Após o indiciamento ser anunciado, Del Nero pediu licença do cargo para se defender das acusações.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolFifacorrupçãoPeru

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.