Polícia espanhola prende suspeito

Um membro do grupo radical "Ultrasur" (torcedores violentos do Real Madrid) foi detido pela polícia, acusado de participação na explosão de dois carros-bomba nesta quarta-feira, em Madri, horas antes da partida entre Real e Barcelona pelas semifinais da Liga dos Campeões de Europa.A primeira explosão ocorreu pouco antes do meio-dia (horário brasileiro) próxima à Torre Europa - um complexo empresarial localizado ao lado do estádio. A segunda aconteceu cerca de meia hora depois, próxima a estação de trem na Rua dos Embaixadores, também na região do Santiago Bernabeu.Emissoras de rádio da capital espanhola informaram que a polícia conseguiu evitar o acesso de torcedores à região do estádio depois de ter recebido uma advertência do ETA - o grupo separatista basco. Apesar dos atentados, o jogo foi confirmado e está sendo realizado.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.