AP
AP

Polícia frustra esquema fraudulento para final da Liga

Oficiais prenderam 15 mil logotipos de diversos times de futebol, que seriam usados para falsificar camisas

AE-AP, Agencia Estado

26 de maio de 2009 | 11h31

Oficiais da polícia antifraude da Itália revelaram, nesta terça-feira, a apreensão de 15 mil falsos logotipos de Manchester United e Barcelona na véspera da decisão da Liga dos Campeões entre as duas equipes, no Estádio Olímpico de Roma. A Nike é a fornecedora oficial de uniformes dos times.

Veja também:

link Messi é a estrela na chegada do Barcelona a Roma

especial Dê seu palpite no Bolão Vip do Limão

Policiais explicaram que os logotipos vieram da China e foram apreendidos no Aeroporto de Roma. O oficial Paolo Lauretti disse que a ideia era usar os logotipos para vender camisas e outros produtos com "aparência de oficial" na quarta-feira. Ele afirmou que três italianos estão sendo investigados.

As autoridades ampliaram o esquema de segurança para a decisão em Roma, com a realização de patrulhas nos arredores do Estádio Olímpico e no centro da cidade, assim como em estações de metrô e no aeroporto. São esperados cerca de 67 mil torcedores para a final da Liga dos Campeões, sendo 30 mil ingleses e 20 mil espanhóis.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolLiga dos CampeõesNike

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.