Polícia impede 32 barra-bravas de entrarem no Brasil

Uma ação de fiscalização já barrou a entrada de 32 barra-bravas no Brasil desde o início da Copa, segundo balanço divulgado nesta terça-feira pelo Ministério da Justiça. De acordo com as informações, dois dos torcedores argentinos foram notificados a deixar o País em até 3 dias após serem autuados em jogo em Belo Horizonte.

Gonçalo Junior - Enviado especial a Porto Alegre, O Estado de S. Paulo

24 de junho de 2014 | 12h43

O controle acontece em parceria entre os dois países, após a liberação por parte da Argentina de uma lista com cerca de 2 mil nomes de pessoas envolvidas com violência em estádios de futebol.

Para a partida desta quarta-feira, contra a Nigéria, em Porto Alegre, a capital gaúcha foi colocada em alerta máximo, já que se espera que cerca de 120 mil pessoas cruzem as fronteiras dos países, seja por terra ou pelo ar. Segunda a Polícia Rodoviária Federal, 90% dos argentinos que vão ao Rio Grande do Sul não têm ingresso para o jogo e são movidos pelo clima festivo.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.