Polícia Militar apresenta esquema de segurança para a final

Cerca de 400 homens da PM vai atuar dentro do estádio para garantir a tranqüilidade nas arquibancadas

Rose Mary de Souza, Especial para O Estado de S. Paulo

23 de abril de 2008 | 19h22

Um forte esquema de segurança será posto em operação pela Policia Militar para receber os torcedores da Ponte Preta e Palmeiras no Estádio do Moisés Lucarelli, em Campinas, neste domingo. O primeiro jogo da semifinal do Campeonato Paulista, marcada para as 16 horas, deve lotar os quase 20 mil lugares disponíveis e já esquenta os ânimos. Ao final do treino do time, fechado até o meio da tarde desta quarta-feira e depois aberto para torcedores e imprensa, houve uma pequena confusão com empurra-empurra e cobrança de todas as partes. "O contingente do efetivo e o esquema de atuação da policia militar é em virtude do momento do campeonato, uma final, e não pelo time ou adversário deste ou daquele", disse o tenente Luodenir, da 35.º Batalhão da Policia Militar. O esquema da Policia Militar começa a partir de reuniões com as torcidas que serão agendas até o domingo. O primeiro encontro será com os ponte-pretanos. "Esse jogo é uma oportunidade inédita para a cidade, para os torcedores, para os futuros grandes jogos e importantes que o time for enfrentar, que não pode ser desperdiçada com brigas". Com a torcida do Palmeiras, a Polícia Militar vai deslocar representantes para a capital com o mesmo foco: nada de confrontos em Campinas e São Paulo. A PM recebe a imprensa, sexta-feira, às 10 horas. Um contingente de 400 homens da PM vai atuar dentro do estádio para garantir a tranqüilidade nas arquibancadas. Do lado de fora, os policiais irão se posicionar nos principais acessos ao campo já na manhã de domingo. Vias próximas ao Moisés Lucarelli serão liberadas apenas para a passagem dos torcedores. A entrada da torcida do Palmeiras será do lado oposto dos ponte-pretanos, como de costume. Ainda não está definido o número dos ingressos a disposição dos torcedores. A principio o que foi divulgado é que os ponte-pretanos teriam 18.139 ingressos e 2.600 aos torcedores palmeirenses. A venda deve começar nesta quinta-feira e vai até as 18 horas de sábado.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.