Divulgação/PMESP
Divulgação/PMESP

Polícia Militar prende torcedores do Corinthians com armas e ingressos na Grande SP

Dois homens foram parados em um carro com dinheiro, barras de ferro, uma arma de fogo e um celular em Barueri

O Estado de S.Paulo

05 Novembro 2017 | 13h58

A Polícia Militar de São Paulo prendeu dois torcedores do Corinthians que estariam se dirigindo para o Itaquerão no final da manhã deste domingo para o clássico contra o Palmeiras, pelo Campeonato Brasileiro. A corporação afirmou que realizou uma longa perseguição de carro em Barueri, na Grande São Paulo, e deteve os dois, que chegaram a tentar fugir.

+ Clássico centenário entre Corinthians e Palmeiras tem 'último ato' no Itaquerão

De acordo com a PM, os dois homens não obedeceram o sinal de uma viatura para que parassem o carro e decidiram fugir, o que fez a corporação acionar outros carros. Mesmo ao serem cercados, os homens desceram do veículo e tentaram fugir a pé, mas não conseguiram escapar.

Dentro do carro foram encontradas barras de ferro e de madeira, uma arma, drogas, fogos de artifício, além de mais de R$ 2.000 em dinheiro e ingressos para a partida.

De acordo com a PM, os suspeitos eram associados à organizada Gaviões da Fiel e confessaram os crimes de porte ilegal de armas e tráfico de drogas. Eles, ainda, alegaram estar armados por temerem um possível confronto com torcedores palmeirenses no caminho para a Arena Corinthians.

O jogo entre Corinthians e Palmeiras, válido pela 32.ª rodada do Brasileirão, está marcado para as 17 horas (de Brasília) no Itaquerão, na zona leste da cidade de São Paulo.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.