Polícia prende 189 pessoas em Paris durante comemorações

Os incidentes registrados durante as comemorações pela classificação francesa à final da Copa do Mundo provocaram a detenção de 189 pessoas em Paris, informou nesta quinta-feira a Polícia da capital francesa. Dos detidos, 117 foram levados a delegacias por danos materiais, roubos e prática de atos violentos. O resto foi colocado em liberdade pouco depois. Meio milhão de torcedores comemoraram em Paris a vitória da seleção francesa sobre Portugal por 1 a 0, na última quarta-feira pelas semifinais do Mundial, segundo estimativas da Prefeitura da capital. Os últimos torcedores deixaram a Avenida Champs-Elysées, palco habitual das comemorações esportivas em Paris, por volta das 4h locais desta quinta-feira. Mas os incidentes e as detenções não se limitaram a Paris, pois em Marselha (sudeste da França) houve cerca de 20 detidos e em Lyon (sudeste) a Polícia teve de utilizar gás lacrimogêneo para dispersar pessoas que lançavam objetos e chegaram a queimar veículos. Houve ainda duas mortes em meio à festa francesa. Um homem desapareceu nas águas do rio Saône, em Lyon, onde tinha mergulhado com vários amigos para celebrar a classificação à final. Outro morreu na estação de metrô Opera, em Paris, após cair do teto de um vagão. Além disso, outro homem foi esfaqueado nas proximidades do estádio parisiense de Charlety, onde milhares de pessoas estiveram reunidas em frente a um telão para acompanhar a vitória da França. A Polícia, no entanto, não relaciona esse incidente com o futebol.

Agencia Estado,

06 Julho 2006 | 17h50

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.