Polícia prende acusados de ameaçar técnico do Celtic

A polícia escocesa anunciou nesta sexta-feira que prendeu dois acusados de terem enviado cartas-bombas ao técnico do Celtic, Neil Lennon, e a dois torcedores do time. As cartas foram enviadas em março, dias antes do tradicional clássico com o Rangers, mas foram interceptadas antes de serem entregues aos destinatários e não chegaram a explodir.

AE, Agência Estado

13 de maio de 2011 | 14h19

Trevor Muirhead, de 43 anos, e Neil McKenzie, 41, foram denunciados na cidade de Kilmarnock, a 50 quilômetros da cidade de Glasgow, sede do Celtic. Eles vão enfrentar três acusações por terem enviado pacotes contendo substâncias explosivas e duas por trote, por conta do envio de falsas cartas-bombas.

As ameaças ao treinador Neil Lennon acabaram se concretizando nesta semana, quando um torcedor invadiu o gramado para agredi-lo, durante a partida do Celtic contra o Hearts, fora de casa. A polícia, contudo, deteve o invasor, que quase acertou um soco no técnico, à beira do gramado. A polícia ainda investiga o caso.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolCelticNeil Lennonprisão

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.