Polícia prende ex-jogador de Palmeiras durante a Copinha

Daniel Frasson, hoje coordenador de base do Fortaleza, deve mais de R$ 20 mil em pensão alimentícia

Rene Moreira, especial para o Estado, O Estado de S.Paulo

09 Janeiro 2018 | 09h35

FRANCA - Daniel Frasson, ex-jogador do Palmeiras e hoje coordenador de base do Fortaleza, foi preso na noite desta segunda-feira, 8, em Itapira (SP), por não pagar pensão alimentícia. Ele foi localizado no hotel onde o clube está hospedado para os jogos da Copinha, a Copa São Paulo de Futebol Júnior, e levado à delegacia. 

+ Sem pressa, Palmeiras vai avaliar mercado para substituir Mina

+ Podcast Palmeiras: Mina vai para o Barcelona e enche de orgulho pequena cidade da Colômbia

Segundo a Polícia Civil, ele deve, no total, R$ 20.427 de pensão alimentícia, e somente será liberado após quitar a dívida ou se acertar com a mãe da criança. Frasson foi submetido a exame de corpo de delito, passou a noite encarcerado e não tem previsão para ser liberado.

A reportagem obteve a informação, porém, de que advogados do Fortaleza já estão em contato com a autora do processo e a Justiça para conseguir soltar o esportista. A ordem de prisão tinha sido expedida em outubro de 2017 devido há mais de um ano de atraso nas mensalidades da pensão.

Carreira

Além do Palmeiras, onde foi campeão paulista, Daniel Frasson jogou no Figueirense, Bragantino, Internacional de Limeira (SP), Internacional, Atlético Mineiro, Juventude, Paraná, Juventus, XV de Piracicaba (SP) e Fortaleza. 

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.