Polícia prende presidente do Munich 1860

Suspeito de corrupção no comando do Munich 1860, o presidente do clube alemão, Karl-Heinz Wildmoser, foi detido provisoriamente nesta terça-feira pela polícia criminal. A justiça alemã investiga supostas atividades ilícitas na construção do novo estádio do time, o Allianz-Arena. Além da prisão do dirigente, as autoridades realizaram buscas na sede do Munich e na casa do cartola.

Agencia Estado,

09 de março de 2004 | 11h41

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.