Reprodução
Reprodução

Polícia prende santista envolvido em morte de torcedor do Palmeiras

Terceiro envolvido em crime é detido por 30 dias

Daniel Batista, O Estado de S.Paulo

15 de maio de 2015 | 14h10

A Polícia Civil de São Paulo anunciou nesta sexta-feira a prisão de Rodrigues Germano dos Santos, torcedor do Santos, que se envolveu na confusão ocorrida no dia 26 de abril, quando o torcedor do Palmeiras Claudio Fernando Mendes Cardoso de Morais foi assassinado após o primeiro duelo entre Palmeiras e Santos, pela decisão do Campeonato Paulista.

A prisão temporária de 30 dias foi decretada pela Justiça e confirmada por meio de comunicado divulgado para a imprensa pelo delegado Mário Sérgio de Oliveira Pinto, titular da 5ª Delegacia de Polícia de Repressão e Análise aos Delitos de Intolerância Esportiva.

A Polícia Civil continua com as investigações. No dia 1º de maio, a PM já havia realizado a prisão de Fernando Carlos Martins Júnior, suspeito também de participar do espancamento do torcedor. Na quinta-feira, o menor de idade S.R.S também foi detido por estar envolvido com o caso. A assessoria de imprensa da Secretária de Segurança Pública confirmou que ainda nesta sexta-feira será realizada uma entrevista coletiva para dar maiores detalhes sobre o processo investigativo.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.