Lucas Figueiredo/CBF
Lucas Figueiredo/CBF

Polícia prende suspeitos e liberta mãe de Taison de sequestro

Rosângela Freda chegou a ser amarrada e colocada dentro de um carro

O Estado de S.Paulo

16 de julho de 2018 | 18h41

A Brigada Militar e a Polícia Civil conseguiu encerrar, nesta segunda-feira, o sequestro de Rosângela Freda, mãe do atacante Taison, do Shakhtar Donetsk, da Ucrânia, e que disputou a última Copa do Mundo pela seleção brasileira. Ela foi localizada dentro do porta-malas de um carro na área rural da cidade de Pelotas, no Rio Grande do Sul. Dois suspeitos foram presos e um terceiro fugiu. 

+ Após título na Rússia, seleção da França é recebida com festa em Paris

+ Estátua da mascote oficial da Copa de quase 2 metros é roubada na Rússia

+ Leia mais sobre a Copa do Mundo

De acordo com a Polícia Militar de Pelotas, testemunhas teriam visto os suspeitos chegarem em um carro à casa da mãe do jogador para entregar um buquê de flores. No momento em que ela abriu a porta, foi rendida e colocada dentro do carro. A polícia a encontrou cerca de 40 minutos após ter sido acionada. 

Taison está em Pelotas, onde passa férias, após participar do grupo que jogou a Copa na Rússia. Ele não chegou a entrar em campo. O jogador renovou recentemente o contrato com o Shakhtar Donetsk por mais quatro anos. 

 

 

Tudo o que sabemos sobre:
Taisonsequestro

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.