Divulgação
Divulgação

Polícia reforça a segurança para jogo entre Flamengo e Atlético-MG

Partida marca o reencontro de Ronaldinho com o time carioca e terá esquema usado geralmente para clássicos

O Estado de S. Paulo

24 de setembro de 2012 | 19h30

RIO - A partida entre Flamengo e Atlético-MG, nesta quarta-feira, pelo Brasileirão, vai ter esquema especial de segurança. O deslocamento da delegação alvinegra pelo Rio de Janeiro terá o mesmo esquema utilizado em clássicos, com o reforço policial do Grupamento Especial de Policiamento em Estádio (Gepe). A preocupação é com o reencontro de Ronaldinho Gaúcho com a torcida flamenguista, que deve lotar o Engenhão.

Após uma saída conturbada do Flamengo, com direito a acionar o clube na justiça por uma dívida de R$ 40 milhões, será o primeira vez que o meia enfrenta o ex-clube. Portanto, a organização espera um clima hostil para a partida.

De acordo com o comandante do Gepe, o tenente-coronel João Fiorentini, cerca de 12 homens vão cuidar da segurança do Atlético-MG, número maior até mesmo que o de clássicos, quando a escolta é feita por no máximo oito pessoas. No total serão entre 450 e 500 policiais.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.