Policiais ameaçam greve durante Eurocopa

Policiais federais de Portugal que cuidam de serviços de imigração e de fronteira, ameaçam deflagrar uma greve geral de uma semana no país durante a Eurocopa. Os policiais dizem estar sendo obrigados a trabalhar além da jornada regular para qual foram contratados e não estão recebendo por isso. De acordo com eles, a dívida do governo para com os trabalhadores chega a 2,5 milhões de eurosO governo português reagiu com irritação à ameaça. ?Não acredito que um português pretenda usar a Eurocopa para denegrir a imagem do país no exterior?, disse o ministro José Luis Arnaut.A Eurocopa 2004 será disputada entre 12 de junho a 4 de julho.

Agencia Estado,

30 de março de 2004 | 11h31

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.