Polícias abrem inquérito para apurar tiro contra são-paulino

Atingido por um policial militar no Estádio do Bezerrão, torcedor permanece em coma e respira por aparelhos

Solange Spigliatti - do estadao.com.br,

08 de dezembro de 2008 | 12h13

As polícias Civil e Militar do Distrito Federal já abriram inquérito para investigar o caso de um torcedor são-paulino que foi atingido por um tiro dado por um policial militar, na tarde desse domingo, 7.  Veja também: Imagens do torcedor baleado, pela TV Record São-paulino baleado não corre risco de morte  São Paulo é campeão brasileiro pela 6.ª vez na história  Nilton César de Jesus levou um tiro na nuca durante uma briga entre torcedores do lado de fora do Estádio Bezerrão, pouco antes do início da partida entre Goiás e São Paulo, em Gama, cidade próxima a Brasília.  Nilton César foi socorrido consciente e levado para o Hospital de Base. Segundo a assessoria do Hospital, o torcedor foi submetido a uma tomografia no momento em que deu entrada no hospital, por volta das 19 horas de ontem. O exame constatou lesão cerebral grave. Ele permanecia em coma e em estado grave, respirando com a ajuda de aparelhos nesta segunda-feira. Um próximo boletim será divulgado à tarde. Segundo o delegado Jurandir Teixeira Pinto, da 14.º Delegacia de Polícia, onde o caso foi registrado, quatro testemunhas já foram ouvidas. "Solicitamos também a presença do sargento da Polícia Militar José Luís de Carvalho Barreto para amanhã", concluiu. O policial, lotado no 9.º BPM em Gama, de acordo com o delegado, já foi indiciado pela polícia militar por lesão corporal grave. 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.