Clayton de Souza/Estadão
Clayton de Souza/Estadão

Polivalente Douglas diz que prefere ser lateral no São Paulo

Técnico Ney Franco conta com o jogador tanto na lateral quanto no ataque

AE, Agência Estado

22 de fevereiro de 2013 | 16h38

SÃO PAULO - Douglas não é dos jogadores mais queridos pela torcida, mas sem dúvida tem a confiança de Ney Franco. Depois de terminar 2012 como reserva no São Paulo, o lateral é figurinha carimbada no time neste começo de ano. Foi atacante em alguns jogos e agora voltou a jogar mais recuado por conta da lesão de Paulo Miranda.

O treinador conta com ele nas duas posições. À frente, para tentar repetir o que fazia Lucas, carregando a bola pela direita, mas também ajudando na marcação, o que os atacantes de ofício, como é o caso de Aloísio, não fazem tão bem. Na lateral, é a primeira opção de Ney Franco, apesar de não manter o nível de Paulo Mirando com relação à marcação.

Ele diz que pode fazer as duas funções, mas que prefere atuar na posição de origem. "Quero estar jogando. Minha função é lateral, é onde tenho meu espaço. Agradeço ao Ney pelo carinho, pela confiança. Quero buscar meu espaço na lateral, mas estou à disposição para atuar em outras posições", disse Douglas, que, quando jogador da seleção sub-20, atuava como lateral-esquerdo.

O ala reconhece que, como atacante, ainda tem encontrado problemas. "Lá na frente tem um pouco de dificuldade de chegada, tenho pecado nas conclusões, tenho flutuado bem. Venho buscando o jogo, tentando. É acertar o ultimo passe, a definição no gol."

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.