Ponte busca empate com o Paraná e se garante no G-4

Depois de estar perdendo por 2 a 0, nos 25 primeiros minutos, a Ponte Preta conseguiu arrancar um empate por 2 a 2 contra o Paraná, no estádio Durival de Britto, em Curitiba, nesta sexta-feira, pela 21.ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série B. Com isso, garantiu a sua permanência no G-4, o grupo de acesso, mesmo com os jogos de sábado.

AE, Agência Estado

10 de setembro de 2010 | 23h25

O time de Campinas assumiu a vice-liderança provisória, com 37 pontos, dois a menos que o primeiro colocado, o Figueirense, e mesmo que o quinto colocado, o América-MG, vença, a Ponte Preta ainda ficará um ponto na frente do time mineiro. Já o Paraná permanece no meio da tabela de classificação, com 28 pontos, na 11.ª posição.

O time da casa impôs um ritmo forte no começo do jogo e conseguiu abrir o placar aos seis minutos. Kim recebeu lançamento pelo lado esquerdo e cruzou. A bola passou por toda a defesa, inclusive por Leandro Silva, que furou, e a bola sobrou para o lateral-direito Murilo. Ele apenas tocou para o fundo do gol de Eduardo Martini.

Melhor na partida, o Paraná seguia atacando e conseguiu ampliar aos 24 minutos. Anderson Aquino recebeu bom passe dentro da área de Wanderson, livre de marcação, e tocou de perna esquerda na saída de Eduardo Martini. A vantagem só não foi maior, pois os chutes de Anderson Aquino e Kim acertaram o travessão.

No final do primeiro tempo, a Ponte Preta conseguiu diminuir o marcador. Aos 41 minutos, Reis recebeu cruzamento, dominou de costas para o gol, girou, deu um corte seco no zagueiro Diogo, que ficou caído no chão, e tocou de pé direito, marcando um belíssimo gol.

Depois do intervalo, quem mandou no jogo foi a Ponte Preta, que passou a atacar mais e tomou um susto aos três minutos, após cabeçada de Diogo que Eduardo Martini conseguiu defender com ajuda da trave.

Aos 14 minutos saiu o empate. Moacir foi até a linha de fundo pelo lado direito e cruzou rasteiro para Willian. O atacante dominou e girando bateu de perna direita acertando o ângulo direito de Juninho, que ficou parado no centro do gol, sem reação. O empate acendeu o time visitante, que criou grandes chances de virar o marcador, mas que pararam no goleiro Juninho.

O Paraná volta a campo na próxima terça-feira, às 21 horas, contra o Santo André, no estádio Bruno José Daniel, em Santo André. Já a Ponte Preta encara o Bahia, no próximo sábado, às 15h50, no estádio Moisés Lucarelli, em Campinas.

Ficha técnica

Paraná 2 x 2 Ponte Preta

Paraná - Juninho; Diogo (Leandro Bocão), Thiago e Luiz Henrique; Murilo, Chicão, Serginho Catarinense, Wanderson (Flavinho) e Kim; Anderson Aquino (Somália) e Willian. Técnico: Marcelo Oliveira.

Ponte Preta - Eduardo Martini; Gerson (Moacir), Leandro Silva, Naldo e Bruno Collaço; Guilherme, Pirão, Josimar e Ivo (Kieza); Reis e William. Técnico: Jorginho.

Gols - Murilo, aos 6, Anderson Aquino, aos 24, e Reis, aos 41 minutos do primeiro tempo; Willian, aos 15 minutos do segundo tempo.

Cartões amarelos - Chicão (Paraná); Reis, Leandro Silva e Willian (Ponte Preta).

Árbitro - José Acácio da Rocha (SC).

Renda - R$ 55.980,00.

Público - 3.176 pagantes.

Local - Estádio Durival de Britto, em Curitiba (PR).

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.