Ponte começa a pensar "como grande"

A Ponte Preta não quer ser conhecida como um simples participante do Campeonato Paulista. Vice-líder da Série A-1 com 20 pontos e disposta a desbancar todos seus concorrentes, a Ponte já sonha com o título e uma participação em outros campeonatos, como a Copa Libertadores da América.O técnico Nelsinho Baptista é o mentor de toda esta nova fase vivida pelo time de Campinas nesta temporada. Sob seu comando, a Ponte Preta faz uma grande campanha no campeonato estadual e também já garantiu presença na próxima fase da Copa do Brasil. "Nossos planos sempre visaram a classificação, para depois começarmos a pensar no título. Ninguém aqui jamais cogitou a possibilidade de rebaixamento. A Ponte Preta está se mentalizando como o time grande que é", reforçou Nelsinho.Apesar da nova fase, o maior medo do time atualmente é jogar fora de casa. Dos nove pontos que disputou até agora longe do estádio Moisés Lucarelli, a Ponte conquistou apenas um, no empate contra o Botafogo de Ribeirão Preto, por 1 a 1. Nos outros dois jogos, derrotas para a Matonense (2 a 0) e para o rival Guarani (2 a 1). "O grupo está sendo conscientizado de sua força. O importante é que todos sabem das necessidades e estão se dedicando. Temos que jogar, vencer e convencer também fora de casa", destacou o treinador. "A Ponte vive uma nova realidade, inclusive pensando em uma participação na Libertadores. Temos condições de alcançar isso", completou Nelsinho.A defesa é o maior trunfo do time no Paulistão. Foram apenas 12 gols sofridos em 10 jogos realizados, o que garante o título de menos vazada da competição até o momento. O próximo adversário, porém, é o São Caetano que, apesar da má fase, tem um dos mais poderosos ataques do Paulista, com 20 gols marcados. O jogo acontece domingo, em São Caetano do Sul, e a Ponte poderá contar com o retorno do volante Mineiro, que estava suspenso.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.