Ponte completa para a despedida

O técnico da Ponte Preta, Oswaldo Alvarez, poderá contar com todos seus jogadores considerados titulares para a partida decisiva do próximo domingo, às 16 horas, contra o Santo André no estádio Moisés Lucarelli, em Campinas. No entanto, Vadão tem dúvidas para a formação do time. Ele não sabe se escala a equipe no 4-4-2 ou no 4-5-1. Mas se depender da atuação contra o São Paulo no último sábado, o treinador deverá apostar na segunda alternativa. Foi justamente no 4-5-1 que a Ponte teve uma atuação de gala e surpreendeu o Tricolor, por, 2 a 1 no Morumbi. "Os jogadores tiveram um comportamento excelente contra o São Paulo. Mas agora é outro jogo e temos que pensar na melhor formação para o grupo", ponderou o técnico. Caso opte pelo 4-4-2, o treinador deverá sacar um dos três volantes: Ângelo, Carlinhos ou Éverton e colocar o atacante Kahê. Se ele mantiver o 4-5-1, o time será o mesmo que enfrentou o São Paulo com apenas o atacante Roger na frente. A provável formação que treinou coletivamente, nesta tarde, na vizinha cidade de Artur Nogueira, contou com: Lauro; Rissut, Galeano, Rafael Santos e Bruno; Éverton, Ângelo, Carlinhos (Kahê), Harison e Danilo; Roger. A Ponte é a 13ª colocada no Paulistão com 22 pontos ganhos. Para escapar do rebaixamento, o time de Campinas precisa apenas de um empate contra o Santo André.

Agencia Estado,

14 de abril de 2005 | 18h10

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.