Ponte confia na torcida para conseguir dar 'próximo passo'

Técnico Sérgio Guedes espera que Moisés Lucarelli esteja lotado para o duelo contra o Guaratinguetá

Agência Estado,

07 de abril de 2008 | 19h22

Depois de conseguir a classificação para as semifinais do Campeonato Paulista, quando enfrentará o Guaratinguetá, a Ponte Preta se diz pronta para dar o "próximo passo" - ou seja, chegar à final. Para isso, o técnico Sérgio Guedes prega a união de todos no clube: jogadores, dirigentes e torcedores. Veja também: Quais times estarão na final do Campeonato Paulista? Os números e destaques dos confrontos das semifinais "Resgatamos a Ponte Preta como instituição, que tem como base a sua torcida. O time mostrou qualidades e recebeu o apoio do torcedor. Esta união nos trouxe frutos positivos dentro de campo", lembrou Sérgio Guedes, lembrando que o clube de Campinas não participava das semifinais do Paulistão desde 2001. De qualquer maneira, a Ponte já ganhou como prêmio a vaga antecipada na próxima edição da Copa do Brasil. Afinal, a Federação Paulista de Futebol indica os dois primeiros colocados do Paulistão e, como Palmeiras e São Paulo já têm vagas garantidas por critério técnico, Ponte e Guaratinguetá vão ficar com estas vagas. Além disso, a Ponte já ganhou o troféu de "maior torcida do interior" no Paulistão, com média de público de 8.104 torcedores por jogo - isso lhe valeu um prêmio de R$ 150 mil. Para Sérgio Guedes, "a volta da torcida está intimamente ligada com o desempenho do time e a forma como os jogadores se entregam em campo". TIMEOs jogadores da Ponte ganharam a segunda-feira de folga, depois da classificação conquistada no empate com o Santos, domingo, na Vila Belmiro. Mas eles retornam ao trabalho já nesta terça, pensando exclusivamente no jogo de sábado, contra o Guaratinguetá, em Campinas. A única preocupação entre os titulares é o zagueiro Jean, que sentiu uma lesão muscular na parte posterior da coxa direita. Ele será mais bem avaliado nesta terça-feira, mas pode ser desfalque para o jogo contra o Guaratinguetá. PROBLEMANo meio da euforia pela classificação no Paulistão, a diretoria da Ponte tratou de dizer que apenas questões burocráticas levaram a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) a apontar o Estádio Moisés Lucarelli como um dos que estão sem condições de receber jogos da Série B do Brasileiro, a partir de maio. Segundo a CBF, o estádio da Ponte ainda não tem os laudos de aprovação da Policia Militar, do Corpo de Bombeiros e da Vigilância Sanitária. Mas a diretoria ponte-pretana garante que "não existem problemas, mas apenas pendências burocráticas que serão superadas em alguns dias".

Tudo o que sabemos sobre:
Ponte PretaPaulistão A-1

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.