Ponte confirma Vadão para 2006

O que era quase certo, agora é oficial: Oswaldo Alvarez, o Vadão, vai comandar a Ponte Preta na temporada 2006. Ele será apresentado na segunda-feira e terá participação importante na formação do elenco. O acordo foi fechado na noite de quinta-feira, após um jantar com a diretoria na Unidade Paineiras. As bases do acordo não foram reveladas e a esperança é de que ele tenha o mesmo desempenho deste ano. "Este é nosso objetivo, mas tudo depende da programação e das condições de trabalho e do grupo. Estou otimista", afirmou Vadão, que terá ao seu lado o auxiliar Gersinho. A dupla teve saldo positivo em 2005, ao livrar a Ponte do rebaixamento no Campeonato Paulista e deixar o time na liderança do Brasileirão durante oito rodadas. Contrastando com este handicap, Vadão foi rebaixado pelo Verdy Tokyo no futebol japonês. A partir de segunda-feira, a nova comissão técnica vai avaliar o elenco, mas algumas mudanças já estão definidas. O goleiro Lauro foi para o Cruzeiro, mas Jean, ex-Guarani, foi contratado. O volante Éverton retornou para o Sport Recife, que exige o pagamento de R$ 1,2 milhão para liberá-lo. O lateral Rissut quer deixar o clube, alegando ter propostas do Figueirense, Grêmio e Fluminense, enquanto o também lateral Luciano Baiano quer renovar seu contrato. Na área administrativa, no dia 26, Sérgio Carnielli será aclamado pelos conselheiros para presidir o clube no próximo triênio. E existe a expectativa de que seja fechada uma parceria com uma empresa internacional que investiria US$ 8 milhões, em três anos, no futebol.

Agencia Estado,

16 de dezembro de 2005 | 17h52

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.