Alex Silva/Estadão Conteúdo
Alex Silva/Estadão Conteúdo

Ponte critica ingressos a R$ 200 para visitar o Palmeiras: 'Lamentável'

Sucesso de seu programa de sócio-torcedor leva Alviverde a cobrar valores mais altos dos torcedores comuns e visitantes são atingidos

Estadão Conteúdo

03 de fevereiro de 2015 | 17h42

Com seu programa de sócio-torcedor crescendo mais do que qualquer outro, o Palmeiras decidiu cobrar valores elevados dos seus torcedores comuns para frequentarem o Allianz Parque. Os simpatizantes dos time visitantes, porém, acabam prejudicados. Para a partida desta quarta-feira contra a Ponte Preta, os ingressos para os campineiros custam R$ 200.

A diretoria da Ponte Preta tentou convencer o Palmeiras a reduzir o valor, mas não teve sucesso. "Conversei pessoalmente com o Paulo Nobre, mas não teve jeito. O Palmeiras alega que a torcida visitante fica no mesmo setor da torcida palmeirense que fica no gol sul, supostamente uma área nobre do estádio, e que por isso não pode cobrar um preço diferente para a torcida visitante se a localização na arena é a mesma. É simplesmente lamentável'', reclama o vice-presidente Giovanni Dimarzio.

A Ponte, entretanto, descarta uma retaliação no futuro, quando o Palmeiras for jogar no Moisés Lucarelli. Isso porque o Estatuto do Torcedor proíbe que o ingresso para o setor visitante seja mais caro do que setor equivalente destinado à torcida da casa. Por isso, a Ponte teria que subir também o preço dos ingressos para seus torcedores.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolPonte PretaPalmeirasPaulistão

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.