Ponte defende tabu contra Atlético-MG

Com a promessa de ser um time guerreiro, a Ponte Preta tentará a segunda vitória dentro do Campeonato Brasileiro, neste sábado, às 18h10, diante do Atlético-MG, no Estádio Moisés Lucarelli, em Campinas. O duelo marca o encontro de duas equipes que venceram na estréia e será mostrado ao vivo pela Sportv. Na primeira rodada, o time campineiro venceu o Atlético Paranaense, por 1 a 0, na Arena da Baixada, enquanto o Atlético-MG goleou o Figueirense-SC por 4 a 1, no Mineirão. Ambos dividem as primeiras posições com três pontos cada. A Ponte defende um curioso tabu de nunca perder para o adversário em partidas válidas pelo Campeonato Brasileiro. Em oito jogos disputados no Majestoso, ela venceu três e empatou cinco. Já nos confrontos em toda história, o time de Campinas leva uma ligeira vantagem: cinco vitórias, cinco empates e quatro derrotas. "São números importantes para nós. Mas retrospecto não ganha jogo, por isso temos que lutar para vencer", disse o técnico Oswaldo Alvarez, o Vadão, que pregou durante toda a semana a necessidade de seus jogadores se transformarem em guerreiros em todos os jogos, principalmente em Campinas. Em relação ao time que venceu na primeira rodada, o treinador foi obrigado a promover duas mudanças. No gol, Lauro com uma contratura na coxa será substituído por Mário Aranha. No meio de campo, Harison também com problemas na coxa será substituído por Roger. Apesar da entrada do atacante, o esquema 4-5-1 será mantido. A ordem do técnico é para que Roger e Kahê se revezem na marcação, principalmente na saída de bola do adversário. Para incentivar a presença da torcida, a diretoria resolver estipular o preço do ingressos em R$ 7.

Agencia Estado,

29 Abril 2005 | 17h07

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.