Ponte demite Pintado, e Brasiliense contrata Gueldini

A 21.ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série B foi agitada para os treinadores. Três deles perderam o emprego. Depois da confirmação das saídas de Roberto Fernandes, do Figueirense, e de Heriberto da Cunha, do Brasiliense, nesta sexta-feira, a diretoria da Ponte Preta confirmou a demissão de Pintado, desgastado após o empate com o Paraná, por 3 a 3, em Campinas.

AE, Agencia Estado

29 de agosto de 2009 | 22h52

Ainda na noite desta sexta, a direção do Brasiliense confirmou o acerto com Reinaldo Gueldini, que dirigiu o time durante a campanha vitoriosa do pentacampeonato candango.

No Figueirense, quem assumiu o comando foi Márcio Araújo, com passagens pelo Guaratinguetá, Barueri e Palmeiras. Com estas últimas mudanças, já são 24 trocas de comando técnico em 21 rodadas de Série B.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.