Ponte derrota o Juventude por 3 a 2

A Ponte Preta ganhou do Juventude por 3 a 2, nesta terça-feira, no Estádio Moisés Lucarelli, em Campinas. A vitória reabilitou o time paulista, que vinha de derrotas para Cruzeiro e Goiás e chegou aos 41 pontos no Campeonato Brasileiro. Do lado gaúcho, a permanência nos 35 pontos já ameaça o emprego do técnico Sebastião Lazaroni.Como a Ponte adotou o esquema 4-5-1 e o Juventude não abriu mão de jogar com três zagueiros, a partida começou muito equilibrada, com mais marcação e poucas chances de gol.Mas, aos 34 minutos, o Juventude abriu o placar. Roger arrancou com a bola nos pés desde o setor defensivo e passou para Josiel, que acertou forte chute da entrada da área.O curioso é que Roger tinha entrado em campo aos 19 minutos de jogo, no lugar de Fininho, que já tinha recebido o cartão amarelo e cometido outras duas faltas violentas. "Fiz a troca porque o juiz estava na marcação do nosso atleta", justificou o técnico Sebastião Lazaroni. Depois, aos 41 minutos, o técnico do Juventude foi obrigado a promover uma segunda troca, porque Josiel, autor do gol, sentiu uma lesão muscular e acabou substituído por Marcelinho. Ainda no primeiro tempo, aos 48 minutos, a Ponte chegou ao empate. No lance, Ângelo levantou a bola para a área e ela sobrou para Evando chutar: 1 a 1.No segundo tempo, o técnico Estevam Soares mexeu na Ponte, colocando o meia Piá no lugar do volante Carlinhos. Com isso, o time melhorou bastante, diminuiu o poder de marcação e passou a criar mais chances.Tanto que chegou ao segundo gol, com Galeano de cabeça, aos 12 minutos, após cobrança de falta de Danilo. Mas o Juventude empatou aos 33, quando o goleiro Lauro fez boa defesa, mas Daniel aproveitou o rebote e deixou tudo igual.A Ponte ainda teve tempo para marcar o gol da vitória. Foi aos 40 minutos, quando Piá aproveitou o cruzamento de Evando e, de cabeça, fez 3 a 2.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.