Ponte derruba Guaratinguetá e assume liderança isolada

Time campineiro faz 3 a 0 no rival do Vale do Paraíba e retorna à ponta do Campeonato Paulista

Agência Estado,

16 de fevereiro de 2008 | 20h13

A Ponte Preta assumiu a liderança isolada do Campeonato Paulista ao vencer o Guaratinguetá, por 3 a 0, neste sábado à noite, no Ninho da Garça. O time campineiro chegou aos 22 pontos, um a mais do que o rival do Vale do Paraíba, que vinha de uma série de sete vitórias consecutivas e, agora, é vice-líder. Veja também: Classificação Calendário / Resultados  Prejudicados pelo mau estado do gramado, os dois adversários fizeram um jogo movimentado, com muitos erros de passe e com poucas chances de gol. Melhor para a Ponte, que aproveitou as suas oportunidades e garantiu o placar, pela nona rodada do Campeonato Paulista. Apesar de movimentado, o jogo entre os líderes ficou aquém do esperado no primeiro tempo. As equipes, que têm a qualidade de toque de bola, foram prejudicadas pelo gramado do Dario Rodrigues Leite, castigado pelas chuvas que caíram ma cidade antes do confronto. A melhor chance dos 45 minutos iniciais foi do Guará, que aproveitou o fato de a Ponte se lançar para o ataque. Michael lançou Dinei, que girou sobre o zagueiro e bateu colocado, para boa defesa de Aranha, espalmando para escanteio.Guaratinguetá0Fábio; Toninho, Carlinhos e Renato     (Nenê); Magal, Alê, Jackson, Michael (Odair) e Jefferson; Dinei e Caiuby (Alessandro)Técnico: Guilherme MacugliaPonte Preta3Aranha; Raulen, César, Jean (João Paulo) e Vicente; Ricardo Conceição, Deda    , Elias     e Renato (Fabiano); Marcelo Soares e Danilo Neco (Luís Ricardo)Técnico: Sérgio GuedesGols: Danilo Neco, aos 23, Elias, aos 26, e Luis Ricardo, aos 46 minutos do segundo tempo Árbitro: Marcelo Aparecido Ribeiro de SouzaEstádio: Dario Rodrigues Leite, em GuaratinguetáNo segundo tempo, as palavras de Sérgio Guedes parecem ter sido bem aceitas pelos jogadores da Ponte, que passaram a errar menos. Assim, aos 23 minutos, Raulen recebeu pela direita, foi a linha de fundo e rolou para Danilo Neco, sem goleiro, empurrar para as redes. Cinco minutos depois, o golpe final da Ponte Preta. Fábio rebateu mal um cruzamento da direita e Elias pegou um belo chute, que foi parar no ângulo esquerdo.  Nos acréscimos, saiu o terceiro gol. Luis Ricardo entrou na área em diagonal e desviou na saída de Fábio, aos 46 minutos. Na próxima rodada, o Guará volta a jogar em casa, desta vez contra o São Caetano, na quarta-feira à noite, no Estádio Dario Rodrigues Leite. Novamente como visitante, a Ponte Preta visita o Barueri, na Arena Barueri, também na noite de quarta-feira.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.